Capa

FUTEBOL

Brasil goleia Venezuela e decide com o Chile o Sul-Americano Sub-17 de Futebol Feminino

Seleção Brasileira garantiu vaga no Mundial da categoria com a vitória de 6 a 2 e o Chile ganhou do Paraguai por 4 a 1

09.02.2010  |  804 visualizações
São Paulo (SP) - O Brasil ganhou da Venezuela por 6 a 2 pelas semifinais do Sul-Americano Sub-17 de Futebol Feminino e, além de classificar-se para a decisão do campeonato, garantiu vaga no Mundial da categoria, que será realizado em Trinidad & Tobago, em setembro. O confronto com as venezuelanas aconteceu no final da tarde desta terça-feira, no Estádio do Pacaembu, palco da grande final, marcada para as 18 horas desta quinta-feira. A zagueira Ingrid foi um dos destaques ao marcar três gols.

As chilenas, que venceram as paraguaias na preliminar por 4 a 1, serão as adversárias das brasileiras. Venezuela e Paraguai decidem, também na quinta-feira, às 15h50, o terceiro lugar e quem fica com a terceira vaga destinada ao continente sul-americano no Mundial de Trinidad & Tobago - O Chile já garantiu a classificação.

O técnico Edvaldo Erlacher estava satisfeito, apesar do primeiro irregular de sua equipe. "O time começou desordenado, mas conseguimos acertar as funções básicas de cada jogadora no intervalo. Com isso, a equipe melhorou e os gols saíram naturalmente", explicou. "O primeiro objetivo, que era classificar para o Mundial, foi atingido. Agora vamos pensar no Chile para lutar pelo título", acrescentou.

Quem saiu muito feliz de campo foi a zagueira-artilheira Ingrid. "Nunca tinha feito tantos gols numa partida. Acredito que tudo aconteceu pelo meu bom cabeceio e movimentação. Conquistar a vaga para o Mundial é um sonho realizado", afirmou.

Nervosismo no início - A Seleção Brasileira começou a partida mostrando nervosismo e com muita dificuldade para superar a forte marcação imprimida pela Venezuela, principalmente devido aos inúmeros passes errados das jogadoras de criação, a atacante Thaís e as meias Andressa e Beatriz. E ainda foi surpreendida logo aos 3 minutos do primeiro tempo com o gol marcado em chute à queima-roupa pela atacante e melhor jogadora venezuelana Isaura Viso.

O time comando pelo técnico Edvaldo Erlacher, mesmo errando muito, fez prevalecer a sua melhor qualidade técnica e chegou ao empate aos 7 minutos. A atacante Paula, após cobrança de falta da direita, se antecipou à zaga e desviou de cabeça para as redes. A força ofensiva do Brasil prevaleceu e a virada veio aos 30 minutos, quando a zagueira Ingrid aproveitou cobrança de escanteio da direita para cabecear para o gol venezuelano.

No segundo tempo, em vantagem no placar, o Brasil encontrou seu melhor futebol e não deu chances para a Venezuela. Em contrapartida, a Seleção chegou com facilidade ao ataque e marcou o terceiro gol, aos 5 minutos, com um forte chute de fora da área da lateral-esquerda Jucinara. O quarto não demorou a sair. Aos 7 minutos, a zagueira Ingrid marcou o seu segundo gol na partida, outra vez de cabeça depois de cobrança de escanteio.

A expulsão da zagueira Genesis Moreno, aos 25 minutos, abriu ainda mais espaço para as jogadas ofensivas da Seleção Brasileira, que balançou as redes mais duas vezes. Aos 36 minutos, novamente com a zagueira Ingrid de cabeça. A atacante Gláucia, que havia entrado no lugar de Thais, completou a goleada, aos 40 minutos, aproveitando cruzamento de Jucinara, e chegou à artilharia do torneio, junto com a também brasileira Paula. Ambas marcaram seis vezes. A Venezuela diminuiu aos 43 com Yaribeth Ulacio.

Brasil e Chile chegam à decisão do Sul-Americano Sub-17 de Futebol Feminino invictos. As chilenas venceram a Colômbia (2 a 0), o Uruguai (4 a 0) e empataram com Venezuela (2 a 2) e Argentina (1 a 1) e ganharam do Paraguai (4 a 1), nesta quarta-feira, nas semifinais. As brasileiras mantiveram 100% de aproveitamento com o 6 a 2 sobre Venezuela . Na primeira fase, golearam Bolívia (3 a 0), Equador (15 a 0), Paraguai (5 a 1) e Peru (5 a 0). Ou seja, marcaram 34 gols e sofreram três.

Ficha Técnica

Brasil
- Dani; Roberta, Ingrid, Lilian e Jucinara; Lucimara, Bianca (Rayanne), Andressa (Luana), Beatriz e Thaís (Gláucia); e Paula. Técnico: Edvaldo Erlacher.

Venezuela 0 - Zuhelen Bracho; Maria Rodriguez (Mery Perez), Genesis Moncada (Joemar Guarecuco), Yaribeth Ulacio e Genesis Moreno; Yurimar Toledo, Maria Carrero, Marialba Zambrano e Maryeling Martinez; Paola Villamizar e Isaura Viso. Técnico: Kenneth Zseremeta.

Data: 09/02/2010
Local: Estádio do Pacaembu
Árbitra: Melany Bermejo (Peru)
Assistentes: Gabriela Moreno (Peru) e Luciana Mascaraña (Uruguai)

Cartões Amarelos - Genesis Moreno, Maria Rodrigues e Marialba Zambrano, da Venezuela
Cartão Vermelho - Genesis Moreno

Gols: Paula (7m 1º T), Ingrid (30m 1º , 7m e 36m 2º T), Jucinara (5m 2º T) e Gláucia (40m 2º T) para o Brasil; Isaura Viso (3m 1º T) e Yaribeth Ulacio (43m 2º T) para a Venezuela

Classificação da primeira fase

Grupo A
1- Brasil - 12 pg
2- Paraguai - 7 pg e 9 gols pró
3- Bolívia - 7 pg e 5 gols prós
4- Peru - 3 pg
5- Equador - 0 pg

Grupo B
1 -Chile - 8 pg
2- Venezuela - 7 pg e 7 gols pró
3 -Argentina - 7 pg e 5 gols pró
4- Colômbia - 6 pg
5 - Uruguai - 0 pg

Tabela

Semifinais

09/02 (Estádio do Pacaembu)
Chile 4 x 1 Paraguai
Brasil 6 x 2 Venezuela

Finais
11/02 (Estádio do Pacaembu)
15h50 - Disputa 3º lugar - Paraguai x Venezuela
18h00 - Final - Brasil x Chile (RedeTV ao vivo)

Fase Classificatória

28/01 (Estádio do Nacional)
Chile 2 x 2 Venezuela
Colômbia 3 x 1 Uruguai

29/01 (Estádio do Juventus)
Bolívia 3 x 0 Peru
Equador 0 x 3 Paraguai

30/01 - (Estádio do Juventus)
Venezuela 1x 0 Colômbia
Argentina 1 x 1 Chile

31/01 - (Estádio do Nacional)
Peru 3 x 1 Equador
Brasil 3 x 0 Bolívia

01/02 - (Estádio do Nacional)
Uruguai 1 x 4 Venezuela
Colômbia 3 x 1 Argentina

02/02 - (Estádio do Juventus)
Paraguai 4 x 0 Peru
Equador 0 x 15 Brasil

03/02 (Estádio Anacleto Campanella - São Caetano)
Chile 2 x 0 Colômbia
Argentina 2 x 0 Uruguai

04/02 - (Estádio do Nacional)
Bolívia 1 x 0 Equador
Brasil 5 x 1 Paraguai

05/02 - (Estádio do Nacional)
Uruguai 0 x 4 Chile
Venezuela 0 x 1 Argentina

06/02 (Estádio do Juventus)
Paraguai 1 x 1 Bolívia
Peru 0 x 5 Brasil

Credenciamento - Os veículos de comunicação que quiserem cobrir o Campeonato Sul-Americano Sub-17 de Futebol Feminino precisam se credenciar junto à Federação Paulista de Futebol (F: 21897027 e e-mail imprensa@fpf.org.br).

Para ter acesso aos gramados, é necessário enviar formulário em papel timbrado do veículo, assinado pelo editor, com a relação dos profissionais a serem credenciados, com 48 horas de antecedência (dias úteis), da rodada. Para a cobertura do evento fora do gramado, basta apresentação da carteira da Aceesp. Se o profissional não tiver Aceesp, deverá repetir o procedimento acima.

O Campeonato Sul-Americano Sub-17 de Futebol Feminino é um evento oficial da Conmebol, organizado pela Federação Paulista de Futebol (FPF), com promoção da Sport Promotion e apoio da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação da Prefeitura de São Paulo.

Galeria de fotos do Sul-Americano, para download, no endereço http://www.zdl.com.br/galeria_aberta.php?Canal=5556

Roberto Pierantoni - MTb 18194
E-mail: piera@zdl.com.b

  • Ingrid comemora o quarto gol brasileiro
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Comemoração do segundo gol
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Moreno derruba Beatriz
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Edvaldo orienta o Brasil
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Thais é marcada por Moreno
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Beatriz (Bra) e Genesis Moreno
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Roberta (Bra) e Yurimar (Ven)
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Maria Carrero (Ven) e Andressa (Bra)
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Isaura (nr. 10) festeja seu gol
    (Bruno Miani / ZDL)

Leia também...

Entre em contato