Capa

Três brasileiras seguem em busca do título da categoria Pro do ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro

Nesta quarta-feira (24), as capixabas Luna Hardman e Maylla Venturin, ao lado da carioca Dani Freitas, avançaram para as quartas de final. Três japonesas - entre as quais a número 1 do mundo e atual campeã, Sari Ohhara - e duas portuguesas também continuam na disputa

24.04.2024  |  922 visualizações

Abril, 2024 – O ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro, etapa feminina do Circuito Mundial de Bodyboarding, chega às quartas de final nesta quinta-feira (25), na Praia de Jacaraípe, em Serra, no Espírito Santo. E três brasileiras garantiram um lugar na categoria Profissional nessa próxima fase da competição, seguindo na busca do título da edição 2024: as capixabas Luna Hardman - número 2 do mundo - e Maylla Venturin (5), ao lado da carioca Dani Freitas, uma das estrelas do bodyboarding na década de 90. Também estão classificadas as japonesas Sari Ohhara - líder do ranking mundial e atual campeã -, Yuka Nishimura (9) e Namika Yamashita (5), juntamente com as portuguesas Luana Dourado e Teresa Padrela (9).

"Quero agradecer todo o apoio da torcida. Estou feliz por estar indo bem aqui no Brasil. Vamos com tudo para as próximas fases, bateria a bateria. Quero aproveitar para agradecer o apoio do Instituto Neymara Carvalho e da ArcelorMittal", afirmou Luna, classificada na Pro e na Junior.

A quarta-feira (24) foi de muita disputa pelas melhores ondas e pela classificação. Na categoria Profissional, uma das baterias chamou a atenção por colocar no mar três gerações de bodyboarders na busca por um lugar na próxima etapa da competição: a capixaba Neymara Carvalho, 48 anos, Sari, 29 anos, e Luana, de apenas 14 anos. As duas vagas da bateria para as quartas ficaram com Sari, que passou em primeiro, seguida de Luana.

"Muito feliz pelo que consegui fazer hoje (quarta). Só tenho a agradecer", comemorou Sari, que está lutando pelo bicampeonato da Profissional em Serra e participa desde a primeira edição da etapa feminina do Circuito, que está em seu terceiro ano.

Os confrontos das quartas de final: Yuka Nishimura x Luana Dourado; Sari Ohhara x Namika Yamashita; Luna Hardman x Dani Freitas; e Maylla Venturin x Teresa Padrela.

Dani e Maylla são destaque também na categoria Máster, favoritas ao lado da bicampeã, a carioca Mariana Nogueira, que terminou o dia em primeiro, dando mais um passo na busca do tricampeonato. Maylla ficou em segundo, com Tina Falcão e Francis Aoto empatadas em terceiro.

Na Pro Junior, as três melhores da categoria até agora são as favoritas Luna Hardman, Emie Padois (França) - a mais jovem atleta da competição, com 11 anos - e a havaiana Aarya Talbano.

A edição 2024 do ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro tem o número recorde de 115 inscrições. São 75 atletas, de sete países - Brasil, Chile, França, Havaí, Japão, Peru e Portugal -, algumas em mais de uma categoria. Estão em disputas as categorias Profissional, Máster, Pro Junior e Open. A de Pessoas com Deficiência definiu suas campeãs já no domingo (21), primeiro dia do evento.

Mães e filhos no mar - Destaque no ano passado, a categoria Mães e Filhas está de volta. E, em 2024, como Mães e Filhos, marcada para este sábado (27). Uma das atletas, Mariana Siqueira, entrará no mar com o filho Noah. Mais duas brasileiras participam: Naara Carolyne, com a filha Maria Cecília, e Aline Rodrigues com Liz. Ao lado delas, a portuguesa Catarina Sousa, com Concha. A categoria foi criada especialmente para dar visibilidade para atletas que conciliam o esporte e a maternidade, promovendo união e empoderamento feminino. 

Juizado Itinerante na Praia do Solemar - Até o término do campeonato, o ônibus do Juizado Itinerante da Lei Maria da Penha, uma política pública do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, está na Praia do Solemar, com atendimentos de orientação sobre combate à violência doméstica e familiar contra a mulher e acolhimento por assistentes sociais e psicólogas da Prefeitura Municipal de Serra, entre 8h e 14h. O Juizado Itinerante Maria da Penha existe há doze anos, utilizado para acolhimento das mulheres que necessitem de análise para concessão de medidas protetivas de urgência, afastamento do lar, busca e apreensão.

Programação do ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro 2024

- 25/04 - Quartas de final da categoria Profissional; sequência das categorias Máster, Pro Junior e Open (Amador).
- 27/04 - 14h às 16h - Entrega de Premiações; 19h - Coquetel de Encerramento.

O Wahine Bodyboarding Pro 2024 tem patrocínio máster da ArcelorMittal, do Governo do Estado do Espírito Santo por meio da Lei de Incentivo ao Esporte Capixaba, e da Prefeitura Municipal da Serra, com apoio de Coroa. Realização do Instituto Neymara Carvalho e da IBC.

Link de transmissão ao vivo nesta quinta (25):
https://ibcworldtour.com/events/2024/2024/day-4-live-stream-arcelormittal-wahine-bodyboard-2024/

Mais informações:
Instagram: @wahinebbpro

No ES: Lúcia Marins - luciammarins@gmail.com - 27 99943-8246

ZDL
Doro Jr. - MTb 13209 - 
dorojr@zdl.com.br - 11 984579723
Deborah Mamone - MTb 15148  - 
deborah@zdl.com.br - 11 3285.5911
Site: 
www.zdl.com.br
I
nstagram: @zdlsports

  • Sari Ohhara segue firme em busca do bicampeonato
    (Wahine Bodyboarding Pro / Divulgação)

  • Neymara não conseguiu passar para as quartas de final
    (Wahine Bodyboarding Pro / Divulgação)

  • Sari , Luana Dourado e Neymara, três gerações na bateria
    (Wahine Bodyboarding Pro / Divulgação)

  • Alegria da japonesa Sari
    (Wahine Bodyboarding Pro / Divulgação)

  • Yuka Nishimura, melhor onda do dia, nota 8,5
    (Wahine Bodyboarding Pro / Divulgação)

  • Luna Hardman, classificada na Pro e na Junior
    (Wahine Bodyboarding Pro / Divulgação)

Leia também...

27.04.2024

Brasil conquista dois títulos no ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro, em Serra (ES)

A capixaba foi campeã na categoria Pro Junior e ficou também com o vice-campeonato na Profissional, vencida pela japonesa Sari Ohhara. A carioca comemorou o tricampeonato na Máster do evento, que terminou neste sábado (27) com muita festa na Praia de Jacaraipe

26.04.2024

Brasil conquista dois títulos, com Luna Hardman e Mariana Nogueira, no ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro, em Serra (ES)

A capixaba foi campeã na categoria Pro Junior e ficou também com o vice-campeonato na Profissional, vencida pela japonesa Sari Ohhara. A carioca comemorou o tricampeonato na Máster do evento, que terminou neste sábado (27) com muita festa na Praia de Jacaraipe

26.04.2024

Wahine Bodyboarding Pro define as campeãs neste sábado (27), em Serra (ES)

A programação começa às 7h na Praia de Jacaraípe e terá quartas de final, semifinal e final das categorias Pro Junior e Máster e semifinal e final da Profissional

26.04.2024

ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro define as campeãs neste sábado (27), em Serra (ES)

A programação começa às 7h na Praia de Jacaraípe e terá quartas de final, semifinal e final das categorias Pro Junior e Máster e semifinal e final da Profissional

Entre em contato