Capa

Nestlé VOLEI

Melhor bloqueadora da Superliga, Bia projeta novas conquistas para 2018

Além do bom desempenho individual, central venceu o Grand Prix e o Sul-Americano pela seleção brasileiro, o hexacampeonato paulista pelo Vôlei Nestlé em 2017 e promete empenho e raça para levantar mais troféus no próximo ano

25.12.2017  |  3.260 visualizações

Osasco (SP) – O ano de 2017 vai ficar marcado na memória de Bia por grandes conquistas. Com a seleção brasileira, levantou os títulos do Grand Prix - com direito a premiação como melhor central da competição - e do Campeonato Sul-Americano, além da medalha de prata na Copa dos Campeões. Pelo Vôlei Nestlé, conquistou o hexacampeonato paulista e lidera as estatísticas da Superliga como a melhor bloqueadora. Raçuda, guerreira e explosiva, ela quer mais em 2018. “Vivi experiências incríveis e vou seguir lutando para continuar evoluindo” atesta.

“Quero estar no Campeonato Mundial com a seleção e na final da Superliga pelo Vôlei Nestlé. E quero ganhar as duas competições. Sei que vestir a camisa do Brasil é consequência do trabalho no clube e pretendo iniciar 2018 ainda mais concentrada, com as energias renovadas e fazer um returno do nacional ainda melhor. E esse não é só um sentimento meu, mas de todo o grupo de Osasco”, garante a central, bloqueadora mais efetiva da Superliga, com 51 pontos marcados.

Evolução é uma palavra constante no vocabulário de Bia. Juntamente com os títulos, os números comprovam o crescimento da atleta de 25 anos. Em 27 de dezembro de 2016, a central do Vôlei Nestlé também liderava as estatísticas de bloqueio, com 35 pontos marcados. Agora, termina o ano com 51 acertos, 16 a mais em relação ao mesmo período da temporada anterior, o que representa um aumento de 45% no desempenho da atleta no fundamento. “O resultado em quadra é fruto de muito treino e dedicação, de manter o foco no trabalho para buscar uma melhora constante”, atesta.

Bia sabe que chegar à seleção, e chegar bem para ser titular, é reflexo do suor estampado na camisa do clube. “Cheguei muito mal fisicamente no Vôlei Nestlé em 2016 e consegui melhorar muito em Osasco, evoluir em todos os quesitos, técnicos e físicos, e sou muito grata pelo apoio e dedicação da Comissão técnica e minhas companheiras. A consequência disso foi representar o Brasil e conquistar títulos coletivos e premiação individual”, afirma a central.

Raça a toda prova - Sobre o estilo explosivo em quadra, Bia é direta: “Minha mãe sempre fala: `porque você é assim e briga tanto?’ Mas sempre fui desse jeito, desde novinha, sempre briguenta, raçuda. Não quero perder em nada, quero ganhar sempre e em qualquer coisa. Tenho isso dentro de mim. Às vezes até atrapalha um pouco, quando não consigo executar como queria, vem uma raiva maior, mas é uma coisa que é minha. Vou comemorar intensamente a cada ponto e fazer o meu melhor para vencer e melhorar sempre. Me imponho metas e busco fazer o que determinei até conseguir”.

A sede de conquistas começa pelo Vôlei Nestlé. “Quero muito voltar à decisão da Superliga e agora vamos ganhar. Na temporada passada fizemos um grande campeonato, chegamos à final e fomos superadas em um 3 sets a 2 digno da rivalidade e tradição do clássico Osasco e Rio de Janeiro. Mas fica uma frustração por não ter levantado o título e agora vamos com tudo em busca dessa vitória”, explica Bia, que completa. “Oscilamos no primeiro turno, mas apresentamos melhoras e tenho certeza que faremos um returno muito melhor para entrar na fase final jogando em alto nível, pois todas sabemos da margem de evolução da nossa equipe”.

Carreira de sucesso - Campeã da Superliga pelo Vôlei Nestlé na temporada 2011/12, com apenas 20 anos, Bia deixou o clube na sequência e ficou no Sesi-SP de 2012 até 2015. Antes do time de Osasco, que na época se chamava Sollys, a central vestiu também a camisa do Praia Clube. Nascida em Sorocaba, teve uma carreira de sucesso nas categorias de base, conquistando o Campeonato Mundial Infanto-Juvenil, na Tailândia, em 2009, e o vice da mesma competição no Juvenil, em 2011, no Peru.


SUPERLIGA 2017/18
2º Turno
19/12 – Vôlei Nestlé 3 x 1 Hinode Barueri – Osasco
22/12 – Renata Valinhos Country 0 x 3 Vôlei Nestlé – Valinhos
09/01 – 19h30 - Vôlei Nestlé  x São Cristóvão Saúde/São Caetano – Osasco
12/01- 21h30 - Pinheiros x Vôlei Nestlé – São Paulo (Sportv)
27/01 – 15h –Vôlei Nestlé x Fluminense  – Osasco (Rede TV!)
30/01 – 20h – BRB Brasília Vôlei x Vôlei Nestlé – Taguatinga
02/02 – 19h30 –Vôlei Nestlé x Vôlei Bauru – Osasco
07/02 – 20h - Camponesa/Minas x Vôlei Nestlé – Belo Horizonte 
16/02 – 19h30 –Vôlei Nestlé x Dentil/Praia Clube – Osasco
23/02 – 19h30 –Vôlei Nestlé x Sesi – Osasco
02/03 – a definir – 21h30 - Sesc/RJ x Vôlei Nestlé – Rio de Janeiro

1º Turno
17/10 - Hinode Barueri 1 x 3 Vôlei Nestlé - Barueri
20/10 - Vôlei Nestlé 3 x 2 Renata Valinhos Country – Osasco
31/10 - São Cristóvão Saúde/São Caetano 1 x 3 Vôlei Nestlé – São Caetano
03/11 - Vôlei Nestlé 3 x 0 Pinheiros – Osasco
07/11 – Fluminense 3 x 2 Vôlei Nestlé  – Rio de Janeiro
10/11 – Vôlei Nestlé 3 x 0 BRB Brasília Vôlei – Osasco
14/11 – Vôlei Bauru 2 x 3 Vôlei Nestlé – Bauru
18/11 - Vôlei Nestlé 2 x 3 Camponesa/Minas – Osasco 
24/11 – Dentil/Praia Clube 3 x 1 Vôlei Nestlé – Uberlândia
30/11 – Sesi 0 x 3 Vôlei Nestlé – Santo André
08/12 – Vôlei Nestlé 2 x 3 Sesc/RJ – Osasco

Nutrindo os Sonhos dos Jovens - De olho no futuro e na nova geração do vôlei brasileiro, o Vôlei Nestlé reforçou o DNA de seu projeto ao firmar parceria com o Programa Global "Nutrindo os Sonhos dos Jovens", lançado pela Nestlé na Europa em 2013, e que chegou ao Brasil no final de 2015. A equipe para a temporada 2017/18 deve manter a filosofia de mesclar atletas experientes com jovens, que buscam espaço em um clube tradicional como o Osasco. O programa está voltado para a capacitação de jovens para qualificá-los profissionalmente.

A Vedacit é copatrocinadora do Vôlei Nestlé - www.vedacit.com.br
Líder de mercado em produtos de alta tecnologia para a construção civil, a Vedacit apresenta soluções inovadoras e se aproxima das famílias brasileiras com lançamentos para serem utilizados no dia a dia, de forma prática e eficiente. A empresa, com 81 anos de atuação, eleva a impermeabilização a um patamar de maior modernidade estando mais perto das necessidades de seus consumidores.

São mais de 140 produtos em suas linhas de impermeabilizantes, materiais para a recuperação de estruturas e aditivos para concreto, desenvolvidos em laboratório próprio, com a mais alta tecnologia para oferecer soluções apropriadas a diferentes dimensões. Seus itens podem ser encontrados em mais de 30 mil pontos de venda.

Genuinamente nacional, a Vedacit possui três unidades fabris, duas em São Paulo - capital e nova unidade em Itatiba - e uma em Salvador, abastecendo todas as regiões do Brasil. Conta ainda com nove filiais distribuídas estrategicamente pelo país.

Informações Vedacit:
RelatioNOW
 - (11)4237-3776
Paula Ferezin - paula@relationow.com - 9 9223-4394
Vanessa Denardi - vanessa@relationow.com - 9 4902-8008

Canais:
Facebook: www.facebook.com/voleinestle
Twitter: www.twitter.com/familianestle
YouTube: www.youtube.com/nestlebrasil
Instagram: www.instagram.com/voleinestle
Flickr: www.flickr.com/voleinestle

Informações Vôlei Nestlé:

ZDL - Rafael De Marco - Mtb.: 27556
rafael@zdl.com.br
F: 11 32855911
Cel: 11 976022986
whatsapp: 19 997912108

Site: www.zdl.com.br

Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsports
Twitter: www.twitter.com/ZDLcomunica

  • Raça em quadra
    (João Pires/Fotojump)

  • Bia na bola de china
    (João Pires/Fotojump)

  • Melhor bloqueadora da Superliga
    (João Pires/Fotojump)

  • Comemoração com o time
    (João Pires/Fotojump)

  • Força no ataque
    (João Pires/Fotojump)

  • Na força e no jeito
    (João Pires/Fotojump)

  • A central Bia
    (João Pires/Fotojump)

Leia também...

Entre em contato