Capa

FUTEBOL

Brasil vence México e fica perto da classificação para as finais do Torneio Cidade de São Paulo

Equipe comandada por Kleiton Lima ganha de 3 a 2 e assume a liderança isolada da competição que conta também com as seleções da China e Chile

13.12.2009  |  2.523 visualizações
São Paulo (SP) - A seleção brasileira conquistou, no início da noite deste domingo, a segunda vitória no Torneio Internacional Cidade de São Paulo de Futebol Feminino. O time comandado pelo técnico Kleiton Lima derrotou o México por 3 a 2 e assumiu a liderança da competição com seis pontos ganhos. Na preliminar, o Chile ganhou da China por 1 a 0. Os gols do Brasil, que havia superado as chilenas por 3 a 1 na estreia, foram marcados pelas atacantes Marta, Érika Cristiano e Cristiane. Monica Ocampo e Dinora Garza descontaram para o selecionado mexicano.

"Começamos o jogo muito bem, marcando as adversárias no campo delas e fizemos logo 2 a 0. Depois, a equipe se acomodou em campo e o México conseguiu equilibrar as ações. Mas, independente dos erros que tivemos, achei a partida muito movimentada e vi meu time melhor do que no primeiro jogo contra o Chile", avaliou Kleiton Lima, que está aproveitando a competição em São Paulo para preparar a seleção para o Campeonato Sul-Americano de 2010 (sem data e local definidos), que é classificatório para o Mundial de 2011, na Alemanha, e Jogos Olímpicos Londres-2012.

Marta, apesar de não ter tido uma atuação brilhante, foi a principal articuladora das jogadas brasileiras, além de ter marcado um gol. Ela disse que o time do México jogou de igual para igual com o Brasil, pois precisava de um bom resultado, e isso fez com que a partida se tornasse bastante difícil. "Hoje não tem mais bobo no futebol feminino e todas adversárias se desdobram ao máximo para vencer o Brasil. Elas tentaram, mas não conseguiram. O importante é que nosso grupo é bom e tem muito a evoluir neste torneio e, mais ainda, até o Sul-Americano", comentou a camisa 10.

O time brasileiro começou a partida deste domingo chuvoso em São Paulo arrasador e em seis minutos já havia marcado dois gols. No primeiro, a atacante Marta cobrou falta da entrada da área com precisão no ângulo esquerdo da goleira mexicana, que ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol brasileiro. No segundo, a lateral direita Maurine aproveitou um sobra de bola, cruzou e Erika Cristiano só teve o trabalho de empurrar para as redes.

O México, na tentativa de não ficar acuado em sua área, adiantou a marcação. A mudança tática trouxe resultado, pois o Brasil passou a ter dificuldades em chegar ao gol adversário e ainda precisou ficar atento para barrar as investidas em velocidade das atacantes Evelyn Lopez e Monica Ocampo, esta última autora do gol mexicano. Ela ganhou dividida da zagueira brasileira Renata Costa, entrou na área e chutou cruzado no canto direito da goleira Andréia Suntaque: 2 a 1.

No segundo tempo, a seleção brasileira entrou disposta a aumentar o placar, aproximando o meio-campo das jogadoras de frente e usando a jogadas em profundidade. Mas novamente esbarrou na forte marcação do México e ainda teve a defesa ameaçada pela velocidade e os chutes de fora da área das atacantes Monica Ocampo, Evelyn Lopez e Dinora Garza. Contudo, a categoria individual das jogadoras brasileiras prevaleceu e o terceiro gol saiu após cruzamento da direita de Marta que encontrou a cabeça de Cristiane. A camisa 11, artilheira da competição com três gols, desviou e fez 3 a 1.

O México descontou com Dinora Garza, que acertou um chute indefensável da intermediária no ângulo esquerdo da goleira brasileira Andréia Suntaque. Depois, o Brasil apertou a marcação e não deu chances para a equipe comandada pelo técnico Leonardo Cuellar chegar à área brasileira. "Tivemos uma ótima atuação. As exceções foram os vacilos que demos no início da partida, que resultaram nos dois gols do Brasil. Pagamos o preço de as meninas terem entrado desligadas em campo", analisou o treinador do México.

A seleção brasileira volta ao gramado do Pacaembu para disputar a terceira e última rodada da fase classificatória do Torneio Internacional Cidade de São Paulo, quarta-feira à noite, contra a China. México e Chile se enfrentam na partida de abertura. Para não depender do resultado da outra partida, o Brasil precisa apenas de um empate para garantir presença na final de domingo.

Ficha Técnica

Brasil 3 - Andréia Suntaque; Renata Costa, Aline Pellegrino e Janaína (Grazielle); Maurine, Ester, Fran e Rosana (Danielli); Cristiane, Erika e Marta. Técnico Kleiton Lima.

México 2 - Sophia Perez; Alina, Marilyn Diaz, Leticia Villalpando, Maria Castillo e Luz Salcedo; Lupita Guadalupe, Nayeli (Monica Vergara) e Dinora Garza(Lulu Gordillo), Monica Ocampo e Evelyn Lopez (Iris Mora). Técnico: Leonardo Cuellar

Data: 13/12/2009
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Árbitro: Robério Pereira Pires
Assistentes: João Nobre Chaves e Rogério Pablos Zanardo

Gols: Marta (3 m 1º T), Erika (6 m 1º T) e Cristiane (23 m 2º T) para o Brasil e Monica Ocampo (29 m 1º T) e Dinora Garza (27 m do 2º T) para o México.

Renda - R$ 42.495,00 - 5.204 pagantes - 628 não pagantes - 5.832 total

Classificação - após segunda rodada

1.- Brasil, 6 pontos (2 j, 2 v, + 3 gols de saldo)
2.- China, 3 (2 j, 1 v, 1 d, + 2 gols de saldo)
3.- Chile, 3 (2 j, 1 v, 1 d, -1 gol de saldo)
4.- México, 0 (2 j, 2 d, -4 gols de saldo)

Artilheiras

1.- Cristiane (Brasil) - 3 gols
2.- Marta - 2 gols
3.- Erika (Brasil), Daniela Moreno (Chile), Liu Sa (China), Han Duan (China) e Ma Jun (China), Monica Ocampo (Mex), Dinora Garza (Mex) - 1 gol

Tabela - Depois da segunda rodada, as quatro seleções voltam a jogar na quarta-feira, dia 16. A terceira rodada começa às 19h30 com Chile x México (BandSports) e termina com Brasil x China (TV Band e BandSports), às 21h50. As finais acontecem no domingo (20). As equipes classificadas em terceiro e quarto decidem o terceiro lugar às 13h30, com transmissão da BandSports, e as duas mais bem colocadas fazem a final às 16 horas, ao vivo pela TV Band e BandSports.

Ingressos à venda - Os ingressos para o Torneio Cidade de São Paulo já estão à venda e os preços são R$ 5,00 para arquibancada e tobogã; R$ 10,00 para cadeira laranja, R$ 20,00 para numeradas descobertas e R$ 30,00 para o setor vip.

São oito pontos de vendas na Grande São Paulo:
- estádios do Pacaembu, Canindé, Bruno José Daniel (Santo André) e Anacleto Campanella (São Caetano),
- ginásios do Ibirapuera e José Correa (Barueri), Parque São Jorge
(Corinthians)
- e Loja Pitta Sports (rua Silva Bueno, 1156, Ipiranga).

As bilheterias estão abertas de segunda à sábado, das 11 às 17 horas, exceção da loja Pitta Sports, aberta aos sábados entre 9 e 13h30 e o Bruno José Daniel, das 10 às 16 horas.

O Torneio Internacional Cidade de São Paulo de Futebol Feminino 2009 é uma realização da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, com promoção da Sport Promotion e apoio da Prefeitura de São Paulo, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), da Federação Paulista de Futebol e do Grupo Bandeirantes de Comunicação, que transmitirá as oito partidas da competição pelos canais BandSports e TV Bandeirantes.

Mais informações no site oficial : http://torneiospfeminino.sportpromotion.com.br-

ZDL - Roberto Pierantoni - MTb.: 18.194
E-mail piera@zdl.com.br-

  • Cristiane e Aline festejam gol
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Cristiane cabeceia para terceiro gol
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Marta sofre falta de Marilyn
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Kleiton Lima
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Marta e Luz Saucedo (Mex)
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Erika e Renata Costa
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Ester (Bra) e Alina
    (Bruno Miani / ZDL)

  • Grazielle (Bra) e Luz Saucedo (Mex)
    (Bruno Miani / ZDL)

Leia também...

19.12.2010

Brasil empata em 2 a 2, neste domingo, no estádio do Pacaembu, e perde a chance de ganhar a competição pela segunda vez

19.12.2010

Seguem fotos do primeiro tempo da decisão entre Brasil e Canadá.

19.12.2010

Seleção europeia ganha do México por de 2 a 1, no estádio do Pacaembu, e fica com a medalha de bronze da competição. Brasil e Canadá decidem o título a partir das 17 horas

17.12.2010

Para conquistar o bicampeonato, seleção brasileira terá de vencer as canadenses, domingo, no Pacaembu

Entre em contato