Capa

Luisa Stefani busca vaga na final do US Open nesta sexta-feira (10)

Paulistana, número 17 do mundo, jogará ao lado de Gabriela Dabrowski por um lugar na decisão no quarto e último Grand Slam da temporada, realizado no piso duro em Nova York (EUA). Jogo será por volta das 14h30 (horário de Brasília)

09.09.2021  |  580 visualizações

Setembro, 2021 - A paulistana Luisa Stefani e a canadense Gabriela Dabrowski enfrentam a dupla das americanas Coco Gauff e Catherine Mcnally, nesta sexta-feira (10), no segundo jogo da quadra Louis Armstrong, a segunda principal do Billie Jean King National Tennis Center. A partida, valendo vaga na final do Grand Slam, em Nova York (EUA), deve começar por volta das 14h30 (horário de Brasília). As americanas vêm de vitória sobre as campeãs de Wimbledon e principais favoritas, a parceria da número 1 do mundo, a belga Elise Mertens e a taiwanesa Su Hsieh.

Luisa está fazendo história para o tênis brasileiro, sendo a primeira mulher na semifinal de um Slam em dupla feminina desde Maria Esther Bueno em 1968 e a primeira mulher na semi de um Grand Slam desde Claudia Monteiro, que fez final de duplas mistas, com Cássio Motta, em 1982, em Roland Garros.

Luisa e Gabi começaram a jogar juntas após a medalha de bronze da paulistana nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, ao lado de Laura Pigossi. Em apenas quatro torneios elas já conquistaram um título no WTA 1000 de Montreal, no Canadá, e fizeram duas finais no WTA 1000 de Cincinnati, nos EUA, e no WTA 500 de San Jose, na Califórnia, EUA.

Resultados em 2021: (58 jogos - 40 vitórias)
- vice-campeã : WTA 1000 Cincinnati - com Gabriela Dabrowski
- campeã : WTA 1000 Montreal - com Gabriela Dabrowski
- vice-campeã : WTA 500 San Jose (EUA) - com Gabriela Dabrowski
- Medalha de bronze : Jogos de Tóquio - com Laura Pigossi
- vice-campeã : WTA 1000 de Miami - com Hayley Carter
- vice-campeã : WTA 500 de Adelaide - com Hayley Carter
- vice-campeã : WTA 500 de Abu Dhabi - com Hayley Carter

Fazendo história na carreira - Luisa, de 24 anos, começou a jogar tênis aos 10 anos, na B.Sports, no bairro de Perdizes, em São Paulo, onde nasceu. Disputou as chaves principais dos quatro Grand Slams juvenis, atingindo as semifinais de duplas do US Open juvenil em 2015, quando chegou a 10a. posição do ranking mundial juvenil.

Foi para os Estados Unidos para estudar e jogar tênis. No circuito universitário jogou pela Pepperdine University, na Califórnia, e atingiu a segunda posição no ranking da ITA (Intercollegiate Tennis Association). Foi nomeada caloura do ano 2015 pela ITA, compilando uma campanha de 40 vitórias e apenas 6 derrotas. Entre 2015 e 2018, ainda no circuito universitário americano, dedicou-se parcialmente ao circuito profissional da ITF, o que não a impediu de conquistar 10 títulos e atingir outras 5 finais de duplas naquele circuito. Terminou 2018 como 215ª. do mundo em duplas e 753ª. em simples.

Optou por trancar a faculdade para disputar o circuito profissional integralmente a partir de meados de 2018. Ganhou destaque nas duplas e começou a colher resultados já em 2019, conquistando um título no WTA de Tashkent, no Uzbequistão, e o vice-campeonato em Seul, na Coréia do Sul, em outubro, com a então nova parceira, a norte-americana Hayley Carter, terminando o ano perto das 70 melhores do mundo.

Em 2020, conquistou o WTA 125 de Newport Beach, na Califórnia e chegou às oitavas de final do Australian Open. Após a quarentena, comemorou o título do WTA de Lexington, nos Estados Unidos. Terminou o ano como a 33ª do mundo, primeira brasileira no top 40 em mais de três décadas. Começou 2021 com a final no WTA 500 de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, alcançando o top 30 - a primeira brasileira desde 1976 - e chegou à segunda decisão em Adelaide e à terceira em Miami, torneio da série WTA 1000. O vice-campeonato em Miami permitiu que Luisa subisse para a 25ª posição no ranking, o melhor de uma brasileira na história desde que o ranking WTA foi criado em 1975. Em junho ganhou mais duas posições - 23º lugar. Continuou subindo no ranking e com o vice-campeonato em Cincinnati subiu para 17ª do mundo.

Mais informações:

Instagram: https://www.instagram.com/luisastefani/
Fanpage: https://www.facebook.com/LuisaStefani.Tennis
Marketing/Comercial: Sérgio Oprea - +55 61 98118-9876 -sergio.oprea@terra.com.br - www.zenithmarketing.com.br

Gallas Press-Fabrizio Gallas - 21 994004061 - fabrizio@gallaspress.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/gallaspress
Instagram: https://www.instagram.com/fabriziogallas/

ZDL
Doro Jr. - MTb 13209 - 11 984579723 - dorojr@zdl.com.br
Deborah Mamone - MTb 15148 - deborah@zdl.com.br
Site: www.zdl.com.br
Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsports

  • Luisa e Gabriela jogam no meio da tarde desta sexta-feira
    (@bradpenner / @usopen)

Leia também...

17.09.2021

Luisa Stefani vence prêmio de melhor jogada do mês na WTA

O lance foi na semifinal do WTA 500 de San Jose, em agosto, ao lado da parceira canadense Gabriela Dabrowski. Paulistana, número 13 do mundo, segue sua recuperação no joelho em Tampa, na Flórida

10.09.2021

Luisa Stefani sofre lesão no joelho e abandona o US Open

Paulistana, número 17 do mundo, teve que abandonar partida na maior campanha de uma brasileira após 39 anos em um Grand Slam

08.09.2021

Luisa Stefani vai à semi do US Open e faz história no tênis do Brasil

Paulistana alcançou a primeira semifinal de uma brasileira em dupla feminina em um Grand Slam em 53 anos, desde o título de Maria Esther Bueno nos Estados Unidos

06.09.2021

Luisa Stefani vira e vai às quartas de final do US Open

Paulistana, número 17 do mundo, esteve perto da derrota, mas se recuperou e brigará por vaga na semi em Nova York, nos Estados Unidos

Entre em contato