Capa

Cruel Fight

No Arte do Boxe, campeão brasileiro Fernando Cruel disputa dois títulos internacionais

Cruel x Moledas
(Divulgação)

Éder Jofre e Fernando Cruel
(Bob Donask / Cruel Fight)

Cruel venceu Castagnazzi no dia 8 de junho
(Bob Donask / Cruel Fight)

Tebar x Lima
(Divulgação)

Boxeador paulistano defenderá o cinturão nacional do CNB e buscará as conquistas do Continental das Américas da ABF e o Sul-Americano WBC diante do santista Felipe Moledas, na categora Meio Médio. Evento será no dia 19 deste mês, em Mogi Mirim (SP), com total de 12 combates

03.10.2019  |  6.331 visualizações

São Paulo (SP) – O paulistano Fernando Cruel sobe ao ringue no próximo dia 19 para enfrentar o santista Felipe Moledas. Em jogo, dois títulos internacionais: Continental das Américas (ABF – American Boxing Federation) e Sul-Americano (WBC - World Boxing Council), vagos na categoria Peso Meio Médio até 66kg. Cruel estará, também, defendendo o título brasileiro do Conselho Nacional de Boxe (CNB), em que é campeão desde 2017. O combate está previsto para 10 rounds. 

A luta integra a terceira edição do Arte do Boxe, a partir das 16h, no Clube Mogiano, em Mogi Mirim, no interior de São Paulo. O evento é realizado pela academia Arte da Luta, Mike Promotions, Clube Mogiano e supervisão do CNB, com patrocínio da Syngre Betclub. A programação terá total de 12 combates. Acompanharão os confrontos os campeões mundiais Éder Jofre e Miguel de Oliveira.

“Será a principal luta da minha carreira, diante de um atleta renomado, que está invicto. A partir dela, eu me credencio para o mercado internacional. A expectativa é muito grande e a preparação segue forte, em dois períodos, com os treinos de boxe e parte física”, afirma Cruel, que tem um cartel de nove combates, com sete vitórias – todas por nocaute -, um empate e uma derrota (porcentagem de 77% de nocautes). Seu adversário, Felipe Moledas, defende uma invencibilidade de 10 lutas (34 rounds), sendo sete vitórias por nocaute (70%).

Cruel é considerado um dos principais pugilistas da atual geração no Brasil e comanda a promotora Cruel Fight. Assim, ao longo do ano, divide seu tempo entre as atividades de boxeador e de promotor. “Dependendo do momento, o foco fica mais voltado para uma delas, como agora, com a preparação para esta luta. E, com isso, uma não atrapalha a outra, pelo contrário”, explica.

Além do sócio Fernando Cruel, a Cruel Fight terá mais dois boxeadores no evento: o paulistano Paulo Tebar, o “Sniper”, e Erick Resedá, de São José dos Campos (SP). Tebar lutará pelo título brasileiro do CNB, vago na categoria Super Leve, diante de Daniel Lima, o “Sem Massagem”, combate também em 10 rounds. Já pelo card amador, Resedá enfrentará Nathan Batista, na categoria Elite 69kg, em 3 rounds. 

Para os sócios do Clube Mogiano, o ingresso para a terceira edição do Arte do Boxe é 1 kg de alimento não perecível. Não sócios pagam R$ 20,00 – até o dia 10 – e R$ 30,00 – a partir do dia 11. O Mogiano fica na Avenida Professor Adib Chaib, 801 – Centro.

Mais informações:
Site:
 www.cruelfight.com.br
Fan page: https://www.facebook.com/cruelfight1/
Instagram: @cruelfight

ZDL
Doro Jr. 
MTb 13209 - dorojr@zdl.com.br    - 11 984579723
Deborah Mamone - MTb 15148 - 
deborah@zdl.com.br    - 11 3285.5911

Site: 
www.zdl.com.br
Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsport
Twitter: www.twitter.com/ZDLcomunica

Leia também...

10.09.2021

Depois do título sul-americano, Fernando Cruel está no Top 40 do ranking do WBC

Pugilista paulistano defendeu o cinturão em agosto e aparece na 38ª colocação neste mês de setembro na classificação do World Boxing Council, na categoria meio-médio

24.08.2021

Fernando Cruel mantém título sul-americano e planeja lutar no exterior

A vitória diante de Sérgio Carvalho "Titã" foi por pontos, após dez rounds, e valeu, também, pelo defesa do cinturão brasileiro do CNB. Luta fez parte da programação da quarta edição do Arte do Boxe, em Mogi Mirim (SP)

16.02.2020

Fernando Cruel derrota Felipe Moledas e conquista quatro cinturões no Batalha Boxe Profissional

Na noite deste sábado (15), na UniSant'Anna, em São Paulo (SP), o paulistano manteve o título de campeão brasileiro e comemorou três internacionais: Continental das Américas ABF, Sul-Americano WBC e Intercontinental da UBO, Meio Médio, em luta muito equilibrada, decidida por pontos, após 10 rounds

13.02.2020

No Batalha Boxe, Fernando Cruel enfrenta Felipe Moledas neste sábado na busca por quatro títulos

Combate, na categoria Meio Médio, encerra a terceira edição do evento e vale três cinturões internacionais e um nacional. Programação começa às 18h, na UniSant’Anna, em São Paulo (SP), com total de nove lutas - duas amadoras e sete profissionais, e pugilistas do Brasil, Argentina e Polônia

Entre em contato