Capa

Robert Scheidt

Robert Scheidt vai ganhar biografia após os Jogos Olímpicos de 2020

Livro vai contar a trajetória de vida e carreira do bicampeão e maior medalhista olímpico do esporte brasileiro. Obra está em fase de apuração e captação de patrocínio via Lei Rouanet

12.09.2019  |  3.527 visualizações

São Paulo (SP) – Em campanha para disputar a sétima Olimpíada, o velejador Robert Scheidt vai ganhar uma biografia em 2020. O livro está em fase de apuração e captação de patrocínio via Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e vai contar a trajetória de vida e carreira do bicampeão e maior medalhista do Brasil na história dos Jogos Olímpicos. O projeto está a cargo do jornalista Rafael De Marco, autor do livro “Matador de Dragões, a história e a filosofia de vida do campeão olímpico Joaquim Cruz”, lançado em 2015.

“Robert Scheidt não é apenas um dos maiores nomes da história do esporte mundial, mas um atleta que ajudou a revolucionar sua modalidade. Não apenas em termos de técnica de velejada, mas também fora da água ao gerenciar uma carreira em um nível de profissionalismo inédito até sua ascensão, iniciada em 1996, quando conquistou a primeira medalha olímpica”, declara De Marco. “O desafio é, além de contar essa história em detalhes, conseguir apoio para sustentar o trabalho. E nesse sentido, a Lei Rouanet é importante. Sigo em busca de patrocínio”, completa o jornalista.

De Marco revela que a ideia inicial era lançar o livro antes da Olimpíada de Tóquio/2020. Porém, como Scheidt decidiu interromper a aposentadoria da vela olímpica e fez o índice para integrar a delegação brasileira, a história ganhou mais um capítulo. “Disputar sete edições de Jogos Olímpicos vai representar mais um recorde na carreira de Scheidt e vai acrescentar algumas páginas importantes à sua biografia. Vale lembrar que, independentemente se ele vai subir ao pódio, garantir vaga na elite da Laser aos 46 anos, na qual seus concorrentes têm, em média, 20, não é pouca coisa”, conta o autor.

Scheidt tem cinco medalhas olímpicas: ouro em Atlanta/96 e Atenas/2004 - ambas na Classe Laser; prata em Sidney/2000 (na Laser) e Pequim/2008 (na Star) e bronze em Londres/2012 (Star). No total, soma 181 títulos na carreira, sendo 89 internacionais e 92 nacionais, com destaque para 11 títulos mundiais na Classe Laser 1991 (juvenil), 1995, 1996, 1997, 2000, 2001, 2002*, 2004 e 2005 e 2013; e 3 na Classe Star (2007, 2011 e 2012).

Sobre o autor - Rafael De Marco é jornalista e professor de Educação Física formado pela PUC-Campinas. Trabalhou como repórter, editor-assistente e editor de Esportes nos jornais Diário do Povo, Notícia Já e Correio Popular. Editou as revistas Corredores S/A, SuperTreino, Golf Digest Brasil e Fitness Business Latin America. Atualmente integra o time da ZDL.

Fan page: https://www.facebook.com/Robert-Scheidt-Biografia-375394686562339/

Mais informações:
ZDL – Bibiana Sant’Ana Mtb 20400/ Doro Jr. - Mtb 13209
E-mail: bibianasdm@gmail.com.br
Tels: (11) 3285-5911
Cel: 19 996022859
Whatsapp: 19 997912108

Site: www.zdl.com.br
Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsports
Twitter: www.twitter.com/ZDLcomunica

  • O bicampeão olímpico Robert Scheidt
    (Divulgação)

  • Robert Scheidt e Rafael De Marco
    (Divulgação)

  • Joaquim Cruz e Rafael De Marco no lançamento do livro "Matador de Dragões"
    (Divulgação)

Leia também...

20.08.2020

Bicampeonato olímpico de Robert Scheidt completa 16 anos neste sábado (22)

No dia 22 de agosto de 2004, nos Jogos de Atenas, velejador igualava o feito de Adhemar Ferreira da Silva. A primeira medalha de ouro de Robert foi ganha em Atlanta/1996, há 24 anos

10.08.2020

Scheidt entra na reta final de treinos para a Semana de Vela de Kiel, em setembro

Bicampeão olímpico segue a preparação no Lago di Garda, onde vai receber a equipe italiana e o francês Jean-Baptiste Bernaz. Brasileiro se prepara para disputar os Jogos de Tóquio em 2021, sétimo na carreira e que farão dele recordista brasileiro em participações

04.08.2020

Scheidt é eleito segundo maior atleta nos 100 anos de história do Brasil em Olimpíadas

Votação promovida pelo Globoesporte.com reuniu 100 jornalistas e faz parte da celebração do centenário da participação brasileira nos Jogos. Primeiro lugar ficou com Adhemar Ferreira da Silva, com Joaquim Cruz em terceiro lugar

30.06.2020

Scheidt treina forte na Itália e deve retornar às competições de vela em setembro

Bicampeão olímpico vai disputar a tradicional Semana de Kiel, na Alemanha, em setembro. Até lá, segue treinando no Lago di Garda, onde mora na Itália. Brasileiro se prepara para disputar os Jogos de Tóquio em 2021

Entre em contato