Capa

Número 1 do mundo, Marcelo Melo quer conquistar mais um Grand Slam em 2018

Temporada teve a conquista do tão sonhado título de Wimbledon e a liderança nos dois rankings mundiais de duplas. Primeiro torneio de 2018 será em Sidney, na Austrália, em janeiro

04.12.2017  |  890 visualizações

São Paulo (SP) – Um ano de muitas conquistas. Algumas inéditas e muito especiais, como o grande sonho de ser campeão em Wimbledon. Marcelo Melo encerra 2017 comemorando a melhor temporada de sua carreira. Foram seis títulos, 10 finais e o número 1 do mundo em dois rankings – no individual de duplas e, ao lado do polonês Lukasz Kubot, como melhor parceria de 2017.

Ao chegar ao Brasil, após a disputa do ATP Finals e de alguns dias de férias, Melo esteve na loja Centauro do Shopping Anália Franco, em São Paulo (SP), nesta quarta-feira (6), para fazer um balanço do ano e falar da próxima temporada, quando quer conquistar mais um Grand Slam. O primeiro torneio será a partir de 8 de janeiro de 2018, na cidade de Sidney, na Austrália.

O mineiro Melo disputou a sua primeira temporada ao lado de Kubot. Os resultados não poderiam ser mais positivos. Os dois terminaram o ano como os melhores do mundo. No Finals, em Londres, na Inglaterra, no mês de novembro, foram confirmados como parceria número 1, totalizando 9.310 pontos.  Melo encerrou 2017, também, em primeiro lugar no ranking mundial individual de duplas, com 9.220, mesma pontuação de Kubot, mas lidera por ter disputado um torneio a menos, com o polonês ocupando a segunda colocação.

No encerramento do ano, Melo e Kubot foram vice-campeões do ATP Finals, torneio que reuniu as oito melhores parcerias do ano. A dupla, ao longo da temporada, comemorou seis títulos, entre os quais o grande sonho de Melo, o de Wimbledon, e três Masters 1000 (Miami, Madri e Paris). O tradicional torneio de Wimbledon foi o segundo Grand Slam conquistado por Melo na carreira, que venceu Roland Garros em 2015, ano em que foi pela primeira vez número 1 do mundo.

“Uma temporada extremamente positiva, com a conquista de Wimbledon, um torneio tão especial, tão tradicional, que sempre quis vencer, de três Masters 1000, o posto de número 1 do mundo novamente, tanto no individual, quanto ao lado de Kubot. Temos muito a comemorar", afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

Temporada 2018 começa no dia 8 de janeiro na Austrália – A dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot inicia a temporada 2018 no ATP 250 de Sidney, na Austrália, a partir do dia 8 de janeiro. Na sequência, o primeiro Grand Slam do ano, o Australian Open, entre os dias 15 e 28, em Melbourne. Em fevereiro, Melo e Kubot disputam o ATP 500 de Roterdã, na Holanda, que começa no dia 12.

"Viajo dia 3 de janeiro para a Austrália para começar mais uma temporada. Nosso objetivo é continuar mantendo um alto nível da dupla, evoluindo sempre. E ir em busca de alguns títulos inéditos, quem sabe com a conquista de mais um Grand Slam, como o Australian Open, torneio que gosto muito de jogar, e do ATP Finals, que neste ano ficamos com o vice", completa Marcelo.

Números da temporada 2017, seis títulos e 51 vitórias – O mineiro Marcelo Melo, 34 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 35 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Em 2017, a dupla Melo e Kubot disputou 24 torneios, conquistou seis títulos, venceu 51 jogos, com apenas 18 derrotas. Entre essas vitórias está a 400ª da carreira do brasileiro, obtida na estreia em Roland Garros. Melo, que encerrou o ano como número 1 do mundo, já ocupou outras duas vezes o primeiro lugar no ranking mundial individual de duplas - em 2015 e em julho de 2017.

Recordista brasileiro em número de títulos: Marcelo Melo é o tenista brasileiro com maior número de títulos: 28, sendo oito Masters 1000.

Principais conquistas na carreira: o primeiro título em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam - Roland Garros 2015 e Wimbledon 2017 -, além de um vice em Londres (2013) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Paris, em novembro deste ano, chegou ao oitavo, depois de ganhar Shangai (2013 e 2015), Paris (2015), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).


Principais resultados em 2017 (24 torneios):

6 títulos: 
(conquistados em três pisos diferentes):
Grand Slam - Wimbledon, Londres (Inglaterra), grama 
Masters 1000 - Paris (França), rápida; Madri (Espanha), saibro; e Miami (EUA), rápida 
ATP 500 - Halle (Alemanha), grama 
ATP 250 - ‘s’Hertogenbosch (Holanda), grama 


4 vice-campeonatos:
ATP Finals – Londres (Inglaterra)
Masters 1000 -
 Shanghai (China), Indian Wells (EUA)
ATP 500 – Washington (EUA)


1 semifinal:
Masters 1000 - Cincinatti (EUA)


6 quartas de final:
ATP 1000 - Monte Carlo (Monaco), Roma (Itália)
ATP 500 - Roterdã (Holanda), Rio (Brasil), Viena (Áustria)
ATP 250 - Shenzhen (China) - disputado com o alemão Alexander Zverev


Mais informações:
Site:  
www.melomarcelo.com 
Fanpage:  facebook.com/marcelomelo83 
Instagram: @marcelomelo83


ZDL
Doro Jr. -   
dorojr@zdl.com.br    - 11 984579723
Deborah Mamone -   
deborah@zdl.com.br    - 11 3285.5911

Site:   
www.zdl.com.br   
Facebook:   www.facebook.com/ZDLSports
Instagram:    www.instagram.com/zdlsports   
Twitter:    www.twitter.com/ZDLcomunica

  • O "Girafa" Marcelo Melo e os totens de 2015 e 2017 como número 1 do mundo
    (Marcelo Pereira / Divulgação)

  • Marcelo Melo e a linha do tempo da carreira com a Girafa (seu apelido)
    (Marcelo Pereira / Divulgação)

  • Número 1 do mundo em duplas
    (Marcelo Pereira / Divulgação)

  • Marcelo ao lado do totem com seus resultados em 2017
    (Marcelo Pereira / Divulgação)

  • Marcelo quer conquistar mais um Grand Slam em 2018
    (Marcelo Pereira / Divulgação)

  • Coletiva na loja Centauro
    (Marcelo Pereira / Divulgação)

  • Coletiva em São Paulo
    (Marcelo Pereira / Divulgação)

  • Melo e Kubot recebem troféu de dupla número 1 do mundo no ATP Finals
    (Peter Staples / Getty Images)

Leia também...

Entre em contato